O Porquê do Blogue

Brasil está no labirinto da indefinição. O momento estimula desafios e amplia debates. Tempo, portanto, da informação que detalha e da análise que orienta, ambas matérias-primas do jornalismo parceiro da verdade. Além da intermediação entre o fato e o leitor, este espaço pretende ser mais uma trincheira dos direitos e das garantias individuais. Também, da livre iniciativa e do enquadramento do Estado, ineficiente e caro, na prestação de serviços essenciais aos cidadãos, independentemente de cor, credo e gênero. Linha editorial independente exclui associação com o poder e a oposição, mesmo se forem reconhecidas a origem legal da conquista e a respeitabilidade do seu protagonismo. É compromisso. Acompanhe e critique.

Entre em contato!
walgom@uol.com.br

Eficiência, clareza e sobriedade (*)

 

Crítica pode ser veemente, mas sem agressão.

Elogio não deve se aproximar do endeusamento, mas reconhecer o bom desempenho de personagem da política ou da administração pública é  um fato com espaço na lista de divulgações.

O brasileiro acompanha, menos do que o necessário, as ações de ministros de Estado. São vários os motivos. Entre eles, a concentração de vigília nos palácios do Planalto e da Alvorada.

Pela eficiência no cumprimento da missão, clareza nas explicações e sobriedade no comportamento, dois titulares de pastas importantíssimas se destacam na miscelânea do governo.

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina (DEM-MS), deputada federal (reeleita), engenheira agrônoma e empresária rural bem posicionada.

Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, também de Mato Grosso do Sul e filiado ao Democratas, é médico ortopedista e militar reformado como tenente do Exército.

 

(*)  walgom.com.br

(*) @bloguewalgom

(*) @Tervalsegom, no Twitter

Sem comentários
Escrever um comentário