O Porquê do Blogue

Brasil está no labirinto da indefinição. O momento estimula desafios e amplia debates. Tempo, portanto, da informação que detalha e da análise que orienta, ambas matérias-primas do jornalismo parceiro da verdade. Além da intermediação entre o fato e o leitor, este espaço pretende ser mais uma trincheira dos direitos e das garantias individuais. Também, da livre iniciativa e do enquadramento do Estado, ineficiente e caro, na prestação de serviços essenciais aos cidadãos, independentemente de cor, credo e gênero. Linha editorial independente exclui associação com o poder e a oposição, mesmo se forem reconhecidas a origem legal da conquista e a respeitabilidade do seu protagonismo. É compromisso. Acompanhe e critique.

Entre em contato!
walgom@uol.com.br

Partido de Bolsonaro estreia em 2022 (*)

Aliança pelo Brasil, legenda em criação por ampla dissidência do Partido Social Liberal, não participa do pleito municipal de outubro porque inexiste tempo hábil para o registro no Tribunal Superior Eleitoral.

Em cumprimento à exigência de filiação partidária para concorrer a mandato popular, pré-candidatos palacianos a vereador e a prefeito se inscrevem em legendas solidárias ao evangelho bolsonarista.

Na verdade, o presidente da República demonstrou pouco interesse – ou quase nenhum – para agremiação  que criou fosse testada  nas urnas eletrônicas de 4 de outubro deste ano em caminhada curvilínea.

Fica para 2022, quando Jair Bolsonaro irá às ruas e redes sociais, mais estas do que aquelas, com a bandeira da Aliança pelo Brasil, em busca da reeleição. No cenário de agora, resultado seria imprevisível.

 

(*)  walgom.com.br

(*) @bloguewalgom

(*) @Tervalsegom, no Twitter

Sem comentários
Escrever um comentário