O Porquê do Blogue

Brasil está no labirinto da indefinição. O momento estimula desafios e amplia debates. Tempo, portanto, da informação que detalha e da análise que orienta, ambas matérias-primas do jornalismo parceiro da verdade. Além da intermediação entre o fato e o leitor, este espaço pretende ser mais uma trincheira dos direitos e das garantias individuais. Também, da livre iniciativa e do enquadramento do Estado, ineficiente e caro, na prestação de serviços essenciais aos cidadãos, independentemente de cor, credo e gênero. Linha editorial independente exclui associação com o poder e a oposição, mesmo se forem reconhecidas a origem legal da conquista e a respeitabilidade do seu protagonismo. É compromisso. Acompanhe e critique.

Entre em contato!
walgom@uol.com.br

Opção por imunoterapia no caso Bruno

 

Desalmado o disse-que-disse dos adversários de Bruno Covas, prefeito de São Paulo posicionado na linha de largada para buscar renovação do mandato na eleição do 4 outubro. Situam-no como fora da campanha pela insuficiência das sessões de quimioterapia, mas substituída pela imunoterapia.

Bruno é neto de Mário Covas, personagem referencial da política paulista que foi prefeito da capital, deputado federal, senador  e governador do estado. Herdou do avô a vocação política e o otimismo. Ontem, disse aos médicos que “a competência de vocês vai me curar e eu vou à campanha disposto a vencer”.

Noite de ontem (28), o presidente do PSDB municipal, Fernando Alfredo declarou:

“Ele é o representante da social-democracia no pleito da capital. Jamais imaginamos diferentemente. A imunoterapia vai resolver, acreditamos piamente”.

 

walgom.com.br

@bloguewalgom

@Tervalsegom, no Twitter

Sem comentários
Escrever um comentário