O Porquê do Blogue

Brasil está no labirinto da indefinição. O momento estimula desafios e amplia debates. Tempo, portanto, da informação que detalha e da análise que orienta, ambas matérias-primas do jornalismo parceiro da verdade. Além da intermediação entre o fato e o leitor, este espaço pretende ser mais uma trincheira dos direitos e das garantias individuais. Também, da livre iniciativa e do enquadramento do Estado, ineficiente e caro, na prestação de serviços essenciais aos cidadãos, independentemente de cor, credo e gênero. Linha editorial independente exclui associação com o poder e a oposição, mesmo se forem reconhecidas a origem legal da conquista e a respeitabilidade do seu protagonismo. É compromisso. Acompanhe e critique.

Entre em contato!
walgom@uol.com.br

Jair lidera pesquisa de Atlas Político

 

Para quem aceita pesquisa via internet e convites randomizados, segue resultado de levantamento nacional da consultoria Atlas Político feito nos dias 7, 8 e 9 deste mês carnavalesco.

Fosse agora data da eleição para presidente da República, Jair Bolsonaro (ex-PSL a caminho da Aliança pelo Brasil) seria promovido ao segundo turno com 32% de apoios.

Na hipótese de recuperar a elegibilidade, Lula da Silva confrontaria o recandidato na fase final. Quatro pontos percentuais separam o ex-governante do titular até 2022.

Quem está mal nas intenções de voto é o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Com 0,6%, ele fica abaixo de Luciano Huck (sem partido), 6%; e Flávio Dino (PCdoB), governador (reeleito) do Maranhão, 3%.

Atlas Político avaliou imagem de  alguns homens públicos que negam candidatura ao ‘trono’ da República. Entre eles, dois ministros: Sergio Moro (Justiça), o mais admirado (54%), e, citado por 43%, Paulo Guedes (Economia).

 

walgom.com.br

@bloguewalgom

@Tervalsegom, no Twitter

Sem comentários
Escrever um comentário