O Porquê do Blogue

Brasil está no labirinto da indefinição. O momento estimula desafios e amplia debates. Tempo, portanto, da informação que detalha e da análise que orienta, ambas matérias-primas do jornalismo parceiro da verdade. Além da intermediação entre o fato e o leitor, este espaço pretende ser mais uma trincheira dos direitos e das garantias individuais. Também, da livre iniciativa e do enquadramento do Estado, ineficiente e caro, na prestação de serviços essenciais aos cidadãos, independentemente de cor, credo e gênero. Linha editorial independente exclui associação com o poder e a oposição, mesmo se forem reconhecidas a origem legal da conquista e a respeitabilidade do seu protagonismo. É compromisso. Acompanhe e critique.

Entre em contato!
walgom@uol.com.br

Caso Marielle deve ser federalizado

 

Sabe-se, há tempo, que Sergio Moro,  ao assumir o Ministério da Justiça e Segurança  Pública, defendeu a federalização das investigações sobre execução de Marielle Franco.

Vereadora pelo PSOL do Rio de Janeiro, foi assassinada no Estácio, bairro central carioca, 18 de março de 2018. Ao lado, tombou  Anderson Gomes, motorista do seu carro.

O procurador-geral da República, Augusto Aras, após morte, no interior da Bahia, de Adriano da Nóbrega tido como sócio do Escritório do Crime, adere à investigação federal.

Amplia-se versão do assassinato de Nóbrega pelo Bope baiano como queima de arquivo. Opinião é majoritária no setor policial e na área política do eixo Rio de Janeiro-Brasília.

 

walgom.com.br

@bloguewalgom

@Tervalsegom, no Twitter

Sem comentários
Escrever um comentário