O Porquê do Blogue

Brasil está no labirinto da indefinição. O momento estimula desafios e amplia debates. Tempo, portanto, da informação que detalha e da análise que orienta, ambas matérias-primas do jornalismo parceiro da verdade. Além da intermediação entre o fato e o leitor, este espaço pretende ser mais uma trincheira dos direitos e das garantias individuais. Também, da livre iniciativa e do enquadramento do Estado, ineficiente e caro, na prestação de serviços essenciais aos cidadãos, independentemente de cor, credo e gênero. Linha editorial independente exclui associação com o poder e a oposição, mesmo se forem reconhecidas a origem legal da conquista e a respeitabilidade do seu protagonismo. É compromisso. Acompanhe e critique.

Entre em contato!
walgom@uol.com.br

Carlos Nobre vai ao Fórum Econômico

Pesquisador-doutor de aquecimento global, o cientista Carlos Nobre participa da delegação brasileira no Fórum Econômico Mundial, em Davos, Alpes Suíços, a partir de segunda-feira (20). Nome internacional, ele foi escalado para três reuniões oficiais da entidade cinquentenária.

Ministros Paulo Guedes (Economia) e Henrique Mandetta (Saúde) lideram a representação nacional ligada à administração pública. Participam, também, banqueiros, empreendedores e artistas de várias áreas escalados para encontro com colegas  dos múltiplos setores da criação intelectual.

O ágil governador de São Paulo, João Doria (PSDB), presente pela terceira vez ao evento internacional, cumpre elástica agenda. Quinta-feira (23), fala a investidores “sobre avanços” do seu estado na produção elétrica como “ponto de convergência global no respeito ao Acordo sobre o Clima”, mas fraco na política oficial do Brasil.

Pauta sublinhada de Doria se relaciona aos contatos fora da agenda oficial – de almoços e jantares em pequenos grupos a encontros “tête-à-tête”.

 

walgom.com.br

@bloguewalgom

@Tervalsegom, no Twitter

Sem comentários
Escrever um comentário