O Porquê do Blogue

Brasil está no labirinto da indefinição. O momento estimula desafios e amplia debates. Tempo, portanto, da informação que detalha e da análise que orienta, ambas matérias-primas do jornalismo parceiro da verdade. Além da intermediação entre o fato e o leitor, este espaço pretende ser mais uma trincheira dos direitos e das garantias individuais. Também, da livre iniciativa e do enquadramento do Estado, ineficiente e caro, na prestação de serviços essenciais aos cidadãos, independentemente de cor, credo e gênero. Linha editorial independente exclui associação com o poder e a oposição, mesmo se forem reconhecidas a origem legal da conquista e a respeitabilidade do seu protagonismo. É compromisso. Acompanhe e critique.

Entre em contato!
walgom@uol.com.br

Líder do PSL cerca filho de Bolsonaro

 

Ampliam-se divergências no PSL, principal apoio do governo nas duas casas do Congresso Nacional.

No Senado, Major Olímpio, nome de guerra do líder da bancada, recomenda a desfiliação de Flávio Bolsonaro, representante do Rio de Janeiro.

Olímpio, da bancada de São Paulo, irritou-se com o filho do presidente da República porque o companheiro (?) articula desmobilização do bloco de apoio à criação da CPI do Lava-Toga.

Por causa dessa posição do senador Bolsonaro, a colega Selma Arruda (MT) desliga-se do Partido Social Liberal e anuncia adesão ao Podemos, liderado por Alvaro Dias (PR).

Major Olímpio esteve próximo de se retirar do PSL. Desistiu, segundo revelação a companheiros, para “resistir” ao movimento de Flávio para desmontar investigação sobre deslizes éticos de togados.

Sem comentários
Escrever um comentário