O Porquê do Blogue

Brasil está no labirinto da indefinição. O momento estimula desafios e amplia debates. Tempo, portanto, da informação que detalha e da análise que orienta, ambas matérias-primas do jornalismo parceiro da verdade. Além da intermediação entre o fato e o leitor, este espaço pretende ser mais uma trincheira dos direitos e das garantias individuais. Também, da livre iniciativa e do enquadramento do Estado, ineficiente e caro, na prestação de serviços essenciais aos cidadãos, independentemente de cor, credo e gênero. Linha editorial independente exclui associação com o poder e a oposição, mesmo se forem reconhecidas a origem legal da conquista e a respeitabilidade do seu protagonismo. É compromisso. Acompanhe e critique.

Entre em contato!
walgom@uol.com.br

Wagner não quer presidência do PT

 

Senador Jaques Wagner, carioca com domicílio eleitoral em Salvador (BA), agradeceu proposta de lideranças para se candidatar a presidente nacional do PT.

Repetiu aos companheiros o “não” que deu a Lula da Silva; e foi recente.

Por que Wagner opta por ficar fora?

Tem a palavra:

“Enquanto Lula atuar na política, quem comanda, de fato, o Partido dos Trabalhadores é ele. Foi assim, é assim e continuará a ser assim”.

Não aceita, portanto, a incumbência.

Jaques Wagner tem longo histórico no petismo. Além de deputado e governador (reeleito) dos baianos, foi ministro de Lula duas vezes (Relações Institucionais e Trabalho). Também, titular de pastas na governança Dilma Rousseff: Defesa e Casa Civil.

Sem comentários
Escrever um comentário