O Porquê do Blogue

Brasil está no labirinto da indefinição. O momento estimula desafios e amplia debates. Tempo, portanto, da informação que detalha e da análise que orienta, ambas matérias-primas do jornalismo parceiro da verdade. Além da intermediação entre o fato e o leitor, este espaço pretende ser mais uma trincheira dos direitos e das garantias individuais. Também, da livre iniciativa e do enquadramento do Estado, ineficiente e caro, na prestação de serviços essenciais aos cidadãos, independentemente de cor, credo e gênero. Linha editorial independente exclui associação com o poder e a oposição, mesmo se forem reconhecidas a origem legal da conquista e a respeitabilidade do seu protagonismo. É compromisso. Acompanhe e critique.

Entre em contato!
walgom@uol.com.br

Alckmin deseja que Bolsonaro acerte

 

Ganhe ou perca disputa eleitoral, Geraldo Alckmin mantém-se sereno e respeitoso com adversários e imprensa. Não cria enredos novelescos para justificar derrotas nem se posiciona como estrategista de suas vitórias.

Quarto colocado no pleito de 2018 para o Planalto, com menos de 5% do total de votos, fracassou, se comparado a 2006.  Tucano, quase 40% de apoios no segundo turno, foi batido pelo petista Lula da Silva.

Objetivo na análise dos insucessos e das campanhas vitoriosas, Alckmin não aceita marketing eleitoral que o leve a ações e discursos populistas. Opta pela naturalidade que marca sua vida pública.

Ex-governador de São Paulo, o social-democrata torce para o bom desempenho administrativo e político do presidente Bolsonaro, “porque desejo ver o Brasil e os brasileiros em ascensão sempre”.

Interrogado sobre projetos eleitorais, foi sintético na resposta:

“Agora, nenhum”.

Pós-escrito: amanhã, análise de Alckmin sobre o primeiro semestre da presidência Jair Bolsonaro.

Sem comentários
Escrever um comentário