O Porquê do Blogue

Brasil está no labirinto da indefinição. O momento estimula desafios e amplia debates. Tempo, portanto, da informação que detalha e da análise que orienta, ambas matérias-primas do jornalismo parceiro da verdade. Além da intermediação entre o fato e o leitor, este espaço pretende ser mais uma trincheira dos direitos e das garantias individuais. Também, da livre iniciativa e do enquadramento do Estado, ineficiente e caro, na prestação de serviços essenciais aos cidadãos, independentemente de cor, credo e gênero. Linha editorial independente exclui associação com o poder e a oposição, mesmo se forem reconhecidas a origem legal da conquista e a respeitabilidade do seu protagonismo. É compromisso. Acompanhe e critique.

Entre em contato!
walgom@uol.com.br

Gleisi e Estado Democrático de Direito

 

No café da manhã de hoje (12), em hotel paulista, onde se reuniram alguns parlamentares e economistas, um bem-humorado que não perde tempo quando há bom tema no ar, inspirou-se em Gleisi Hoffman, deputada pelo PT do Paraná.

Hoffmann defende “movimento de patriotas” que leve o Brasil de volta ao “Estado de Direito Democrático”. Para a presidente nacional do PT, o Brasil é dominado pelo que “há de mais impatriótico e selvagem” na política e na economia.

Um parlamentar detalhou o que a petista deve considerar Estado Democrático de Direito:

Volta de Lula da Silva ao Planalto. No Ministério, entre outros: Gleisi (Casa Civil), Tarso Genro (Justiça), Guido Mantega (Fazenda), Aloizio Mercadante (Educação), José Dirceu (Relações Exteriores), Maria do Rosário (Coordenação Política) e Dilma Rousseff (Cultura).

Sem comentários
Escrever um comentário