O Porquê do Blogue

Brasil está no labirinto da indefinição. O momento estimula desafios e amplia debates. Tempo, portanto, da informação que detalha e da análise que orienta, ambas matérias-primas do jornalismo parceiro da verdade. Além da intermediação entre o fato e o leitor, este espaço pretende ser mais uma trincheira dos direitos e das garantias individuais. Também, da livre iniciativa e do enquadramento do Estado, ineficiente e caro, na prestação de serviços essenciais aos cidadãos, independentemente de cor, credo e gênero. Linha editorial independente exclui associação com o poder e a oposição, mesmo se forem reconhecidas a origem legal da conquista e a respeitabilidade do seu protagonismo. É compromisso. Acompanhe e critique.

Entre em contato!
walgom@uol.com.br

Senador tenta reversão do caso COAF

 

Se depender dos comentários de Jair Bolsonaro, o Conselho de Controle de Atividades Financeiras fica sob a tutela do Ministério da Economia, como decidiu, por diferença de 18 votos, a Câmara.

Embora pleiteasse transferência para pasta da Justiça e Segurança Pública, o ministro Sergio Moro tem repetido que lamenta a decisão dos deputados, “mas faz parte da democracia perder ou ganhar”.

Líder do Podemos no Senado, Alvaro Dias, representante do Paraná, estado natal de Moro, espera reverter a decisão com apoio de colegas que defendem o COAF sob orientação do Ministério da Justiça.

Pós-escrito: se os senadores contrariarem decisão dos deputados na votação de terça-feira (28), a medida provisória caduca 3 de junho e retorna à Câmara.

Sem comentários
Escrever um comentário