O Porquê do Blogue

Brasil está no labirinto da indefinição. O momento estimula desafios e amplia debates. Tempo, portanto, da informação que detalha e da análise que orienta, ambas matérias-primas do jornalismo parceiro da verdade. Além da intermediação entre o fato e o leitor, este espaço pretende ser mais uma trincheira dos direitos e das garantias individuais. Também, da livre iniciativa e do enquadramento do Estado, ineficiente e caro, na prestação de serviços essenciais aos cidadãos, independentemente de cor, credo e gênero. Linha editorial independente exclui associação com o poder e a oposição, mesmo se forem reconhecidas a origem legal da conquista e a respeitabilidade do seu protagonismo. É compromisso. Acompanhe e critique.

Entre em contato!
walgom@uol.com.br

Brasil reescreve agenda com a China

 

Amplia-se agenda de intercâmbio comercial-diplomático Brasil-China. Depois da visita do vice-presidente Hamilton Mourão (na foto, com Wang Qishan, colega chinês), o chefe do governo vai ao país que se agiganta no comércio, na indústria e no poderio bélico.

Palácio do Planalto confirma viagem de Jair Bolsonaro para segundo semestre. Comitiva político-empresarial acompanha o governante brasileiro na excursão, mas ainda não agendado o período da viagem à Ásia.

Xi Jinping, dirigente do império chinês, vem a Brasília em novembro para participar da Cúpula dos Brics, grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Novidade é a participação de dirigentes dos países sul-americanos no evento. Diplomatas consideram importante o processo de recuperação da relação bilateral, “tanto para os brasileiros quanto para os chineses”.

Lembre-se do cenário de incerteza na parceria brasileira-chinesa iniciada na campanha de Bolsonaro ao Palácio do Planalto e sequenciada nos meses iniciais da governança marcada por idas e vindas.

Sem comentários
Escrever um comentário