O Porquê do Blogue

Brasil está no labirinto da indefinição. O momento estimula desafios e amplia debates. Tempo, portanto, da informação que detalha e da análise que orienta, ambas matérias-primas do jornalismo parceiro da verdade. Além da intermediação entre o fato e o leitor, este espaço pretende ser mais uma trincheira dos direitos e das garantias individuais. Também, da livre iniciativa e do enquadramento do Estado, ineficiente e caro, na prestação de serviços essenciais aos cidadãos, independentemente de cor, credo e gênero. Linha editorial independente exclui associação com o poder e a oposição, mesmo se forem reconhecidas a origem legal da conquista e a respeitabilidade do seu protagonismo. É compromisso. Acompanhe e critique.

Entre em contato!
walgom@uol.com.br

Diplomacia que agrega os poderosos

 

Em proselitismo para incluir o Brasil na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, o Ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, visita Paris, sede da entidade que agrupa países ricos.

O chanceler é sincero quando interrogado a respeito do ingresso no cobiçado clube:

“Chegará o momento, mas pode demorar”.

Dizem, mas inexiste, de fato, o apoio oficial dos Estados Unidos. Motivo, portanto, para temperar o otimismo com o realismo que é exigido nas relações internacionais.

Há exigência relevante de Donald Trump, duro negociador que governa o império estadunidense

Fecha, sim, mas se a República Surrealista dos Trópicos renunciar ao status de nação em desenvolvimento junto à Organização Mundial do Comércio.

Sem comentários
Escrever um comentário