O Porquê do Blogue

Brasil está no labirinto da indefinição. O momento estimula desafios e amplia debates. Tempo, portanto, da informação que detalha e da análise que orienta, ambas matérias-primas do jornalismo parceiro da verdade. Além da intermediação entre o fato e o leitor, este espaço pretende ser mais uma trincheira dos direitos e das garantias individuais. Também, da livre iniciativa e do enquadramento do Estado, ineficiente e caro, na prestação de serviços essenciais aos cidadãos, independentemente de cor, credo e gênero. Linha editorial independente exclui associação com o poder e a oposição, mesmo se forem reconhecidas a origem legal da conquista e a respeitabilidade do seu protagonismo. É compromisso. Acompanhe e critique.

Entre em contato!
walgom@uol.com.br

Na pauta, futuro próximo e distante

 

Com o fim de coligações entre partidos, a partir do próximo ano, o DEM ambiciona a liderança de centro-direita na política nacional.

Tal tendência pode se transformar em projeto real a ser coordenado pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

Ele tem abordado o assunto na interlocução com nomes de referência do Congresso Nacional e das unidades federativas.

Não se pode dizer que as respostas sejam “sim”, mas, com certeza, “não” inexiste quando falam as excelências abordadas.

Registro: há três dias, em Nova York, Maia e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), conversaram sobre o futuro próximo e distante.

Para muitos, o tucano, liberal assumido, tem o perfil para representar o possível grupo na sucessão presidencial da República.

Opção independe do rumo de Jair Bolsonaro e do seu PSL.

Sem comentários
Escrever um comentário