O Porquê do Blogue

Brasil está no labirinto da indefinição. O momento estimula desafios e amplia debates. Tempo, portanto, da informação que detalha e da análise que orienta, ambas matérias-primas do jornalismo parceiro da verdade. Além da intermediação entre o fato e o leitor, este espaço pretende ser mais uma trincheira dos direitos e das garantias individuais. Também, da livre iniciativa e do enquadramento do Estado, ineficiente e caro, na prestação de serviços essenciais aos cidadãos, independentemente de cor, credo e gênero. Linha editorial independente exclui associação com o poder e a oposição, mesmo se forem reconhecidas a origem legal da conquista e a respeitabilidade do seu protagonismo. É compromisso. Acompanhe e critique.

Entre em contato!
walgom@uol.com.br

Personagens da República Surrealista

 

Liberado pelo Supremo Tribunal Federal, via ministro Ricardo Lewandowski (foto), Lula da Silva (PT) deu entrevista sexta-feira (26), em Curitiba, a dois jornais: Folha de S. Paulo e El País.

Recebeu os repórteres numa dependência determinada pela Polícia Federal, prédio onde cumpre prisão, agora condenado em julgamento de terceira instância (Superior Tribunal de Justiça).

A eles o ex-presidente da República disse que o Brasil “está sendo governado por um bando de maluco”.

Na manhã de hoje, sábado (27), Jair Bolsonaro (PSL) rechaçou via redes sociais:

“Pelo menos, não é um bando de cachaceiro”.

Interrogou na sequência:

“Quem formava o time dele”?

Omitiu a prisão do adversário figadal na resposta:

“Grande parte está presa ou sendo processada”.

Pós-escrito: Lewandowski chegou à Suprema Corte por nomeação de Lula, em 2006.

Sem comentários
Escrever um comentário