O Porquê do Blogue

Brasil está no labirinto da indefinição. O momento estimula desafios e amplia debates. Tempo, portanto, da informação que detalha e da análise que orienta, ambas matérias-primas do jornalismo parceiro da verdade. Além da intermediação entre o fato e o leitor, este espaço pretende ser mais uma trincheira dos direitos e das garantias individuais. Também, da livre iniciativa e do enquadramento do Estado, ineficiente e caro, na prestação de serviços essenciais aos cidadãos, independentemente de cor, credo e gênero. Linha editorial independente exclui associação com o poder e a oposição, mesmo se forem reconhecidas a origem legal da conquista e a respeitabilidade do seu protagonismo. É compromisso. Acompanhe e critique.

Entre em contato!
walgom@uol.com.br

Legislativo assume o protagonismo

Presidente do Senado prometeu às lideranças partidárias que vai colocar em votação, “o mais cedo possível”, a obrigatoriedade do Executivo de pagar investimentos em obras e emendas de bancadas para os estados que representam.

Pressão forte sobre o Palácio do Planalto depois de a Câmara impor derrota surpreendente pelo placar – 453 votos no segundo turno, cinco a mais do que na primeira votação –, o que significa advertência da bancada chapa-branca.

Senador-comandante da Mesa Diretora, o amapaense Davi Alcolumbre (na foto) chegou à presidência do Congresso Nacional com apoio do governo via articulação da Casa Civil da Presidência da República.

Alcolumbre é filiado ao DEM como Rodrigo Maia, colega dirigente da Casa dos Deputados que diminuiu de sete para três pontos percentuais margem de manobra da administração federal no Orçamento da União.

Pós-escrito: além da direção das duas casas do Legislativo, o Democratas comanda três ministérios – Agricultura, Casa Civil e Saúde.

Sem comentários
Escrever um comentário