O Porquê do Blogue

Brasil está no labirinto da indefinição. O momento estimula desafios e amplia debates. Tempo, portanto, da informação que detalha e da análise que orienta, ambas matérias-primas do jornalismo parceiro da verdade. Além da intermediação entre o fato e o leitor, este espaço pretende ser mais uma trincheira dos direitos e das garantias individuais. Também, da livre iniciativa e do enquadramento do Estado, ineficiente e caro, na prestação de serviços essenciais aos cidadãos, independentemente de cor, credo e gênero. Linha editorial independente exclui associação com o poder e a oposição, mesmo se forem reconhecidas a origem legal da conquista e a respeitabilidade do seu protagonismo. É compromisso. Acompanhe e critique.

Entre em contato!
walgom@uol.com.br

Notas curtas para leitura rápida

Derrotada no embate para presidência da Assembleia Legislativa de São Paulo, Janaína Paschoal (foto), do PSL, perdeu embalo para concorrer à prefeitura paulistana, em 2020. Ela teve a maior votação histórica para deputada estadual. Cravou 2,060 milhões (9,88% do total válido) ***** Líder do governo na Câmara dos Deputados, Vitor Hugo (PSL-GO), abre o jogo. Revela que é alto percentual de companheiros insatisfeitos com o tratamento de ministros. Vai da frieza à indelicadeza ***** Previsão de desembarque da comitiva de Bolsonaro, amanhã, em Washington: 4 da tarde, horário de Brasília. Jair hospeda-se na ‘Blair House’, local destinado aos convidados do presidente dos Estados Unidos ***** Fosse agora votação não haveria Nova Previdência. Cálculo do ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni: 160 apoiamentos à reforma e mais 100 possíveis. Faltariam, no mínimo, 48 para alcançar os 308 necessários ***** Não se trata de aposta, mas, sim, brincadeira sobre queda alheia. Quem sai primeiro da Esplanada dos Ministérios: o titular da Educação, colombiano Ricardo Vélez, ou o do Turismo, mineiro Marcelo Álvaro Antônio ***** “Cada tic-tac é mais um segundo da vida que passou. Fugiu e não voltará. E já que a vida é intensa e com tantos interesses, o problema é descobrir como vivê-la” (Frida Kahlo, pintora mexicana).

Sem comentários
Escrever um comentário