O Porquê do Blogue

Brasil está no labirinto da indefinição. O momento estimula desafios e amplia debates. Tempo, portanto, da informação que detalha e da análise que orienta, ambas matérias-primas do jornalismo parceiro da verdade. Além da intermediação entre o fato e o leitor, este espaço pretende ser mais uma trincheira dos direitos e das garantias individuais. Também, da livre iniciativa e do enquadramento do Estado, ineficiente e caro, na prestação de serviços essenciais aos cidadãos, independentemente de cor, credo e gênero. Linha editorial independente exclui associação com o poder e a oposição, mesmo se forem reconhecidas a origem legal da conquista e a respeitabilidade do seu protagonismo. É compromisso. Acompanhe e critique.

Entre em contato!
walgom@uol.com.br

Hardt defende prisão na 2ª instância

Gabriela Hardt, juíza federal responsável, durante meses, pelo destino dos processos da Operação Lava-Jato, defende execução de pena para condenados em segunda instância.

Crê que seja providência realista da Justiça “e não uma visão punitivista”.

Argumento básico da magistrada:

“Processo penal, com a quantidade dos recursos, não demora menos de uma década para atingir o trânsito em julgado”.

Hardt julgou um dos processos no qual Lula da Silva foi condenado a 12 anos e 11 meses. Caso do sítio de Atibaia (SP).

Sem comentários
Escrever um comentário