O Porquê do Blogue

Brasil está no labirinto da indefinição. O momento estimula desafios e amplia debates. Tempo, portanto, da informação que detalha e da análise que orienta, ambas matérias-primas do jornalismo parceiro da verdade. Além da intermediação entre o fato e o leitor, este espaço pretende ser mais uma trincheira dos direitos e das garantias individuais. Também, da livre iniciativa e do enquadramento do Estado, ineficiente e caro, na prestação de serviços essenciais aos cidadãos, independentemente de cor, credo e gênero. Linha editorial independente exclui associação com o poder e a oposição, mesmo se forem reconhecidas a origem legal da conquista e a respeitabilidade do seu protagonismo. É compromisso. Acompanhe e critique.

Entre em contato!
walgom@uol.com.br

Notas curtas para leitura rápida

Pela quarta vez, Paulo Paim (foto), petista gaúcho, preside a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado ***** Proposta chapa-branca para reformular a Previdência Social precisa de 308 votos na Casa dos Deputados e 49 apoios de senadores.  Hoje, realistas calculam 220 a 240 apoiadores na Câmara e 31 no Senado ***** Senador Fernando Collor (PROS-AL) considera “equivocado e incompleto” o pacote de medidas anticrime de Sergio Moro, ministro da Justiça e da Segurança Pública ***** Rodrigo Maia (DEM-RJ) é ponto de referência no Congresso Nacional. O deputado-presidente da Câmara não teve tamanho destaque na gestão anterior ***** Dia 20 de março, quarta-feira de lua cheia, o presidente da República envia ao Legislativo reforma da Previdência para os militares. Eles pleiteavam que ocorresse após votação na Câmara, em primeiro turno, das mudanças referente aos civis ***** “O que importa não é o fato; é a versão” (José Maria Alkmin, político mineiro).

Sem comentários
Escrever um comentário