O Porquê do Blogue

Brasil está no labirinto da indefinição. O momento estimula desafios e amplia debates. Tempo, portanto, da informação que detalha e da análise que orienta, ambas matérias-primas do jornalismo parceiro da verdade. Além da intermediação entre o fato e o leitor, este espaço pretende ser mais uma trincheira dos direitos e das garantias individuais. Também, da livre iniciativa e do enquadramento do Estado, ineficiente e caro, na prestação de serviços essenciais aos cidadãos, independentemente de cor, credo e gênero. Linha editorial independente exclui associação com o poder e a oposição, mesmo se forem reconhecidas a origem legal da conquista e a respeitabilidade do seu protagonismo. É compromisso. Acompanhe e critique.

Entre em contato!
walgom@uol.com.br

Segundo turno preocupa Rodrigo Maia

Rodrigo Maia costura, à esquerda e à direita, sempre no mesmo tecido da esperteza fortalecida pela experiência, para evitar segundo turno no pleito em que busca se reeleger presidente da Câmara.

Projeto dele, filiado ao DEM do Rio de Janeiro, está mais próximo do sucesso após Arthur Lira (PP-AL) retirar-se do embate para apoiá-lo e conquistar posições estratégicas na Casa para pepistas.

Maia, embora político introvertido – por estratégia, talvez –, coleciona parceiros e vai ao máximo do possível para evitar adversários rancorosos, sobretudo no seu colégio eleitoral.

Teme segunda votação amanhã porque o provável rival seria Fábio Ramalho, perigoso emedebista de Minas Gerais que agrada, e muito o batizado Baixo Clero em busca dos holofotes.

Contabilidade na véspera da definição registra adesão de 16 siglas à recondução de Rodrigo. Em contraposição, seis concorrentes.

Além de Ramalho, Alceu Moreira (MDB-RS), JHC (PSB-AL), Marcel van Hattem (Novo-RS) e Marcelo Freixo (PSOL-RJ) e Peternelli Júnior (PSL-SP).

Sem comentários
Escrever um comentário